quarta-feira, 10 de outubro de 2018

Casa das Artes | Novembro/ Cinema : filme "Assim Nasce Uma Estrela" de Bardley Cooper e filme "PEDRO E INÊS" de António Ferreira


Cinema Digital na Casa das Artes

Assim Nasce Uma Estrela de Bardley Cooper

7 de Novembro, GA (18h00, 21h30)

 Entrada: 2 EUROS/ Estudante e Cartão Quadrilátero Cultural: 1 euro




Assim Nasce uma Estrela tem como protagonista o quatro vezes nomeado para Óscar, Bradley Cooper (O Sniper Americano, Golpada Americana), e a multipremiada cantora e também nomeada para um Óscar Lady Gaga. A estrela pop tem neste filme a sua estreia como protagonista numa longa metragem.  Nesta nova versão da trágica história de amor, Cooper interpreta Jackson Maine, um músico consagrado que descobre – e se apaixona – por Ally (Gaga), uma artista em dificuldades.  Esta tinha desistido de realizar o sonho de ser cantora até que Jack a ajuda a chegar aos grandes palcos e ao estrelato. Mas enquanto a carreira de Ally descola, o lado pessoal da relação de ambos começa a deteriorar-se, ao mesmo tempo que Jack luta contra os seus próprios fantasmas.

Titulo Original: A Star Is Born (EUA, 2018, 135 min)
Realização: Bradley Cooper
Interpretação: Bradley Cooper, Lady Gaga, Sam Elliott, Bonnie Somerville



PEDRO E INÊS de António Ferreira

28 de Novembro, GA (18h00, 21h30)

 Entrada: 2 EUROS/ Estudante e Cartão Quadrilátero Cultural: 1 euro




“Pedro e Inês”, a adaptação do romance “A Trança de Inês” de Rosa Lobato de Faria para o cinema, por António Ferreira, tem Diogo Amaral e Joana de Verona como protagonistas. Partindo da história bem conhecida do imaginário coletivo português de Pedro e Inês, o filme expande-se ao longo de duas outras histórias paralelas em épocas diferentes – para além da original de D. Pedro, rei de Portugal no seculo XIV, ‘PEDRO E INÊS’ conta ainda a história de Pedro Bravo, filho de um importante arquiteto do século XXI e a de Pedro Rey, um jovem filho de um líder de uma comunidade rural, a única categoria de indivíduos que está autorizada a reproduzir-se na sociedade de um futuro distópico imaginário. Apesar de a história de Pedro e Inês serem contadas em séculos diferentes com regras familiares e sociais de cada época, o seu destino é comum: o de estarem incondicionalmente apaixonados, mas não poderem viver esse amor.

Titulo Original: Pedro e Inês (Portugal, 2018, 120 min)
Realização António Ferreira
Interpretação: Joana de Verona, Diogo Amaral, Cristovão Campos, Vera Kolodzig, Miguel Monteiro, João Lagarto
Classificação: M/14